Bem-Vindo à Foz ao Minuto, líder de audiências na Figueira da Foz

publicidade.fozaominuto@gmail.com

publicidade.fozaominuto@gmail.com
A melhor forma de anunciar no século XXI

FotografiaLDA

15 de fevereiro de 2018

Carnaval para a Infância e Juventude coloriu ruas de Montemor-o-Velho pelo 31.º ano consecutivo



CARNAVAL


Cerca de 800 foliões participaram na 31.ª edição do Carnaval para a Infância e Juventude de Montemor-o-Velho, organizada pela Associação Fernão Mendes Pinto em parceria com a Câmara Municipal de Montemor-o-Velho.




Ao todo estiveram presentes 14 grupos no corso carnavalesco onde se destacaram as crianças e jovens das respostas sociais de creche, jardim de infância e Actividades de Tempos Livres (ATL) da Associação Fernão Mendes Pinto, sempre acompanhadas por familiares e colaboradores da instituição que quiseram também “brincar” ao Carnaval.

A abrir o cortejo, os jovens dos Centros de Actividades de Tempos Livres (CATL) de Montemor-o-Velho, Liceia e Seixo envergaram as fardas dos bombeiros voluntários numa homenagem aos bombeiros de Portugal, passando a mensagem que é preciso preservar as florestas e valorizar os soldados da paz. Os jovens foram sempre escoltados por um veículo cedido pelos Bombeiros Voluntários de Montemor-o-Velho para o efeito.

Os bebés das creches “Cantinho das Cegonhas” e “Fernãozinho” mostraram que “as nossas crianças precisam de brincar” trazendo bonecos e bonecas de trapos, enquanto o Centro Ilda Moreno exibiu divertidos “smiles” e mensagens importantes sobre emoções. Já os Jardins de Infância de Liceia e Gatões contaram a história “A Carochinha e o João Ratão”. As brilhantes alforrecas foram representadas pelos jovens dos CATL’s Jovens de Montemor-o-Velho e Arazede que usaram a criatividade para elaborar os fatos com material de desperdício.

De Tentúgal, os meninos da creche e jardim de infância do Centro Infante D. Pedro deixaram os montemorenses com água na boca com os deliciosos pastéis de Tentúgal trazendo o tema da doçaria conventual de Tentúgal.

Às crianças e jovens das respostas sociais da instituição montemorense juntaram-se ainda os pintores do Centro Social e Paroquial das Meãs que coloriram o desfile com “Pintar o Presente”. Também os “palhaços” do Jardim de Infância da Carapinheira fizeram questão de marcar presença no cortejo, assim como os alunos da Escola de Teatro “Arménio Paiva” do Grupo de Teatro “O Celeiro” da Associação Desportiva Cultural Recreativa de Pereira, que vestiram as personagens das peças de teatro encenadas pelo grupo desde 2015. Os “emogis” da Santa Casa da Misericórdia de Montemor-o-Velho fizeram questão de marcar a sua presença, em frente à Câmara Municipal, para assistir às pequenas apresentações proporcionadas pelos participantes.

O grupo Dancequi da Associação de Quinhendros trouxe o tema “Portugal, o ambiente e a vida” e ficou encarregue da animação ao longo do cortejo do XXXI Carnaval para a Infância e Juventude. O desfile começou no Largo dos Anjos e percorreu as principais ruas do centro de Montemor-o-Velho: Rua Dr. José Galvão, Praça da República terminando no Anfiteatro Municipal. O cortejo ficou concluído com um lanche de confraternização com animação pelos grupos Dancequi e alguns pais e mães da creche “Cantinho das Cegonhas” que trouxeram canções da Xana Toc Toc.

Entidades satisfeitas com elevada adesão

S. Pedro ajudou e o bom tempo permitiu a participação de centenas de foliões pelas ruas de Montemor-o-Velho. Para as organizadoras da AFMP, Teresinha Santos e Adélia Roxo, “não é fácil conseguir reunir todos os grupos e sensibilizar as associações a participar”, no entanto, fica a ambição para o futuro de trazer todas as crianças do Agrupamento de Escolas de Montemor-o-Velho e os seus familiares à festa que mais pessoas traz à vila sede de concelho.

Adélia Roxo destacou que “este ano aproveitámos para fazer um agradecimento e uma homenagem aos bombeiros de Montemor-o-Velho e do país por tudo o que passaram no verão 2017. Temos que pensar na nossa casa, na nossa floresta e, por isso, quisemos trazer para a rua uma mensagem da paz, do ambiente e da vida”. Também Teresinha Santos recordou que um grupo de crianças veio mascarado de bonecas e de bonecos de trapos “para alertar que as crianças precisam muito de brincar e não têm tempo”. 

“É uma alegria ver as crianças na rua, num dia que também faz parte das nossas memórias”, reforçou o presidente da AFMP, José Guerra, enquanto o presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, Emílio Torrão, teceu elogios à organização por “manter viva esta tradição e que tem cada vez mais aderentes dando mais alegria e mais vida ao Carnaval”. “É com muito gosto que a autarquia se associa a esta iniciativa”, finalizou.









Sem comentários:

Enviar um comentário

Direitos de autor

Todo o conteúdo deste site encontra-se protegido por direitos de autor. Não é autorizada a cópia permanente, no todo ou parte, e por qualquer forma, do conteúdo deste site, nem a colocação de links para este site em outros sites, sem o consentimento prévio escrito da Foz ao Minuto.

O utilizador não está autorizado a transmitir, distribuir, publicar, modificar, vender ou utilizar por qualquer forma a informação, incluindo imagens, contida neste site.

A prática de plágio é considerada crime, segundo a lei portuguesa.

A Foz ao Minuto encontra-se registada na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) com o número de registo 126961, e encontra-se apta para as suas funções.


Principais destaques da semana

Anuncie AQUI

Copyright © Foz ao Minuto