Bem-Vindo à Foz ao Minuto, líder de audiências na Figueira da Foz

FotografiaLDA

FotografiaLDA

27 de fevereiro de 2018

Bombeiros Voluntários de Montemor-o-Velho mostram dinamismo na comemoração do 86.º aniversário


MONTEMOR-O-VELHO


No dia passado dia 25 de Fevereiro a sessão solene foi o ponto alto da comemoração do 86.º aniversário da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Montemor-o-Velho (AHBVMV). O momento festivo, repleto de momentos simbólicos, contou com a presença de muito público e entidades, tendo sido celebrado num ambiente que confirmou o dinamismo da instituição montemorense.



O presidente da direcção da AHBVMV, Nuno Rasteiro, lembrou “que a existência dos bombeiros tem um valor incalculável. Sem os bombeiros, a sociedade veria serem colocados em causa a segurança e o socorro das suas gentes”.
Ao lembrar os acontecimentos trágicos ocorridos no verão passado, o dirigente deixou alguns recados, e referiu: “Este é o momento de os bombeiros mostrarem a sua dimensão e a sua união”.
Com palavras de agradecimentos a todos os que têm ajudado a instituição, enalteceu publicamente, por exemplo, a todo o corpo de bombeiros pela forma com têm colaborado com a direcção, “ao facto de ter a melhor fanfarra do mundo”, “de ter a melhor Juvebombeiro do país”, bem como destacou a escola de infantes e cadetes, a turma de estagiários e todo o corpo de bombeiros.
De igual modo, o comandante do Corpo de Bombeiros Voluntários de Montemor-o-Velho, Joaquim Carraco, deixou vários agradecimentos e referiu: “Este ano conseguiu-se colocar a Central telefónica a funcionar 24 horas por dia, todos os dias da semana e, por agora, temos como prioridade melhorar a assistência hospitalar”.
Na ocasião, o Comandante Operacional Distrital Operações de Socorro de Coimbra (CODIS), e representante da Autoridade Nacional de Protecção Civil, Carlos Luís Tavares, dirigindo-se a Joaquim Carraco e ao fazer referência “à dinâmica e qualidade operacional”, disse: “Tem muitos motivos para sorrir”.
Carlos Luís Tavares fez questão também de enaltecer e deixar para palavras de agradecimento ao Presidente Câmara Municipal de Montemor-o-Velho. “Não me esqueço que o concelho viveu situações de grande de grande aperto, no que diz respeito a incêndios florestais em 2017. Felizmente não registámos vítimas, mas muito se trabalhou. É de inteira justiça que lhe agradeço o seu apoio, todo o apoio que deu aos seus munícipes e aos seus bombeiros, através da sua presença no terreno, e no apoio que deu a outros incêndios nos concelhos vizinhos, disponibilizando a sua maquinaria e por ter contribuído para a organização logística das operações. Não me esqueço também das suas palavras, dos telefonemas que me fez e do apoio incondicional que sempre me demonstrou”.
No decorrer da sua intervenção, o presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, Emílio Torrão, devolveu os elogios ao comandante Carlos Luís Tavares, no que concerne à competência e às provas dadas, e aproveitou para partilhar um momento vivido durante os incêndios: “Há 3 casas, três 3 famílias, que foram salvas no último minuto graças a um telefonema que lhe fiz e que possibilitou a vinda de um meio aéreo para combater o incêndio”.
Ainda sobre os acontecimentos ocorridos no verão, o autarca montemorense sublinhou: “As cinzas ainda andam no ar e a causar muito ruído”.
Emílio Torrão, aludindo à gravidade do ocorrido, fez questão de deixar uma palavra de agradecimento a todos os bombeiros voluntários.
Ao frisar que “todos os agentes de protecção civil serão úteis, mas terão que contar sempre com os voluntários deste país”, o autarca montemorense destacou que “o Serviço de Protecção Civil de Montemor-o-Velho não faz só trabalho administrativo, está no terreno e com um serviço que está na vanguarda”.
“Fazemos parte de um todo que se congrega em torno de uma coisa: segurança das populações”, reforçou.
No momento, com elogios a Nuno Rasteiro e à sua direcção, o edil montemorense referiu “o gosto que é ver, cada vez mais, esta associação pacificada, com pessoas felizes e com cada vez mais meios”, e destacou a actuação de Joaquim Carraco: “É um orgulho trabalhar consigo em qualquer teatro de operações. A sua actuação oferece-me o máximo de segurança”.
A par das diversas intervenções das entidades convidadas e presentes na mesa de honra, a cerimónia contou com uma apresentação multimédia sobre a actividade realizada no último ano, bem como com a tomada de Posse da Juvebombeiro, da entrega de diplomas de validação de competências a elementos da corporação, da entrega de uma fotografia a Hermínio Raimundo, que esteve 39 anos como porta-estandarte e que passou o testemunho a Rui Gonçalves, a assinatura do Protocolo com a BOXN111 e MOR(e)FIT, a distinções a entidades e colectividades, a atribuição da categoria de sócio benemérito à empresa SIA – Sociedade Industrial de Aperitivos, SA, a entrega de lembranças às empresas CTGA – Centro Tecnológico de Gestão Ambiental, Lda. e Pereira & Santos, ambas sócias beneméritas e que continuam a colaborar com a AHBVMV, a entrega de cerca de 60 diplomas de Bons Serviços a pessoas em nome individual, empresas e colectividades, tendo sido atribuído um deles “à população em geral”, e a entrega da Medalha de serviços distintos – grau cobre (bombeiros e órgãos sociais) pela Liga dos Bombeiros Portugueses.
Antes do almoço de confraternização e dos parabéns, o dia começou com a formatura e hastear da bandeira, recepção às entidades, inauguração e bênção de viaturas, condecorações e promoções de Bombeiros e o desfile apeado e motorizado.
Após a revista à guarda de honra, efectuada pelo Presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, decorreu a cerimónia de bênção de três viaturas: uma Viatura Táctica de Transporte de Pessoal (Litocar), um Veículo de Comando Operacional Táctico (Câmara Municipal de Montemor-o-Velho) e um Veículo Urbano de Combate a Incêndios (chefe José Maria da Mota Pereira).
No sábado, dia 24 de Fevereiro, o 86.º aniversário da AHBVMV teve também um forte programa comemorativo, destacando-se a missa solene, a romagem aos cemitérios da Ereura, Montemor-o-Velho e Casal do Raposo, desfile pela Rua José Galvão e a formatura em frente aos Paços do Concelho, tendo o momento contado com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Direitos de autor

Todo o conteúdo deste site encontra-se protegido por direitos de autor. Não é autorizada a cópia permanente, no todo ou parte, e por qualquer forma, do conteúdo deste site, nem a colocação de links para este site em outros sites, sem o consentimento prévio escrito da Foz ao Minuto.

O utilizador não está autorizado a transmitir, distribuir, publicar, modificar, vender ou utilizar por qualquer forma a informação, incluindo imagens, contida neste site.

A prática de plágio é considerada crime, segundo a lei portuguesa.

A Foz ao Minuto encontra-se registada na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) com o número de registo 126961, e encontra-se apta para as suas funções.


Anuncie AQUI

Principais destaques da semana

Copyright © Foz ao Minuto