Bem-Vindo à Foz ao Minuto, líder de audiências na Figueira da Foz

FotografiaLDA

FotografiaLDA

16 de janeiro de 2018

Crónica de Tiago Ferreira: O décimo oitavo






Crónica de Tiago Ferreira: O décimo oitavo


Com a eleição de sábado passado o número de presidentes do PSD, desde a sua fundação em 6 de maio de 1974, passa para dezoito. Excetuando o BE, porque foi criado em 1999, este número é superior à soma de lideres que PS, CDS e PCP tiveram no mesmo período de temporal. Este valor mostra muito daquilo que é a instabilidades e os conflitos internos que se desenrolam dentro do PSD. 

Como mostrou a entrevista de Miguel Relvas, a liderança de Rui Rio vai encontrar uma enorme oposição interna. Em primeiro lugar vai herdar uma bancada parlamentar, que foi escolhida por Passos Coelho e que apoiou na sua grande maioria Santana Lopes, sendo os casos mais conhecidos de Hugo Soares e Luís Montenegro. Terá que escolher um líder parlamentar que consiga fazer a ponte com os chamados “Passistas”. 

Depois deve mudar o discurso e começar a apresentar alternativas à governação de António Costa. Rui Rio, deve ter como objetivo patentear parente os eleitores que o PSD é uma real alternativa. Em termos políticos, Rui Rio terá que reocupar o espaço ao centro que o CDS lhe tem vindo a “roubar” e tirar a Assunção Cristas, o protagonismo que obteve no seio da comunicação social. 


A sobrevivência da liderança de Rui Rio, vai ainda depender muito da forma como lhe correr este primeiro ano de mandato. Se neste primeiro ano de mandato for feita uma oposição dura a António Costa e o PSD subir nas sondagens, Rui Rio tem todas as possibilidades de obter um bom resultado nas legislativas daquele ano. No momento em que escrevo, devemos ter patente que um bom resultado para o PSD é conseguir que o PS juntamente com o BE e PCP não renovem a sua maioria parlamentar.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Direitos de autor

Todo o conteúdo deste site encontra-se protegido por direitos de autor. Não é autorizada a cópia permanente, no todo ou parte, e por qualquer forma, do conteúdo deste site, nem a colocação de links para este site em outros sites, sem o consentimento prévio escrito da Foz ao Minuto.

O utilizador não está autorizado a transmitir, distribuir, publicar, modificar, vender ou utilizar por qualquer forma a informação, incluindo imagens, contida neste site.

A prática de plágio é considerada crime, segundo a lei portuguesa.

A Foz ao Minuto encontra-se registada na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) com o número de registo 126961, e encontra-se apta para as suas funções.


Anuncie AQUI

Principais destaques da semana

Copyright © Foz ao Minuto