Anuncio

Anuncio

3 de dezembro de 2017

Marinha Portuguesa mantém buscas para localizar embarcação de pesca afundada ao largo da Figueira da Foz


BUSCAS


O navio hidrográfico da Marinha, NRP Almirante Gago Coutinho, mantém-se desde o início da tarde de dia 2 de Novembro a efectuar buscas do fundo a cerca de 20 km da costa, no local onde se suspeita ter naufragado a embarcação de pesca Veneza, na tentativa de determinar eventuais causas que possam ter estado na origem do acidente.

As buscas de superfície também se mantêm, e estão a ser efectuadas pela corveta João Roby da Marinha, uma embarcação salva-vidas da estação salva-vidas da Nazaré e uma aeronave de vigilância marítima (P3-C) da Força Aérea, num total de 125 operacionais empenhados. A Marinha decidiu alargar a área de busca, em função dos modelos de deriva que estão a ser calculados pelo Instituto Hidrográfico.

O navio de investigação científica da Marinha mantém o esforço de busca numa área extensa do fundo, na tentativa de localizar a embarcação de pesca com recurso a um equipamento sonar de varrimento lateral de grande precisão. Este sonar tem recolhido imagens do fundo em torno da última posição conhecida da embarcação e da posição do alerta recebido via satélite através da radio-baliza de emergência. O “Gago Coutinho” detectou nas proximidades diversos rastos de artes de pesca (arrasto) com o seu sonar lateral, bem como um destroço, já muito antigo, com cerca de 30 m de comprimento e 7 m de largura. Caso venha a ser possível a deteção da embarcação no fundo do mar, será posteriormente utilizado um veículo subaquático operado remotamente, vulgarmente conhecido por ROV (Remotely Operated Vehicle), controlado remotamente que permitirá a observação e recolha de imagens do navio afundado, para tentar despistar se o mestre da embarcação poderá estar preso no seu interior. A utilização do ROV permitirá ainda a operação a maiores profundidades e durante um período mais prolongado do que seria conseguido com recurso a mergulhadores, que representam naturalmente um risco para a vida humana. A bordo do navio hidrográfico segue uma equipa de 10 mergulhadores da Marinha com capacidade de realizar operações de mergulho a grande profundidade, até ao máximo de 81 metros, que terão como prioridade recuperar o pescador que se encontra ainda desaparecido.

Carregue aqui e veja o vídeo das buscas efectuadas pela Marinha.



Sem comentários:

Enviar um comentário

Direitos de autor

Todo o conteúdo deste site encontra-se protegido por direitos de autor. Não é autorizada a cópia permanente, no todo ou parte, e por qualquer forma, do conteúdo deste site, nem a colocação de links para este site em outros sites, sem o consentimento prévio escrito da Foz ao Minuto.

O utilizador não está autorizado a transmitir, distribuir, publicar, modificar, vender ou utilizar por qualquer forma a informação, incluindo imagens, contida neste site.

A prática de plágio é considerada crime, segundo a lei portuguesa.

A Foz ao Minuto encontra-se registada na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) com o número de registo 126961, e encontra-se apta para as suas funções.


Copyright © fozaominuto