Receba novidades da Foz ao Minuto no seu Email

12 de novembro de 2017

Montemor-o-Velho :Abertura do ano lectivo 2017/2018 da Seniormor



MONTEMOR-O-VELHO



A Igreja de Santa Maria dos Anjos, em Montemor-o-Velho, engalanou-se, no dia 11 de novembro, para a abertura solene do ano letivo 2017/2018 da Seniormor - Universidade Sénior de Montemor-o-Velho, da Santa Casa da Misericórdia de Montemor-o-Velho.
Para o presente ano letivo, Manuel Carraco, provedor da misericórdia montemorense, tem o objetivo de alargar a oferta da Seniormor e, por isso, quer abrir espaços em Arazade, na Carapinheira e em Pereira.

Com palavras de elogio e agradecimento aos professores, que trabalham de forma gratuita, o Provedor, enumerou alguns benefícios de fazer parte da Seniormor, referiu a necessidade de se voltar a apostar na educação cívica e reforçou: “Aqui, cada um faz o pode, ensina o que sabe e aprende o que quer”.

Antes de apresentar o professor Manuel Teixeira Veríssimo, que proferiu a Oração de Sapiência, o presidente da Câmara Municipal, Emílio Torrão, deixou palavras de elogio à atuação da Seniormor e frisou: “É importante que continuemos a aprender ao longo da vida. A atenção para com os mais velhos também está nas nossas preocupações e o Executivo está, com empenho, a olhar com atenção e a desafiar aqueles que vivem em solidão e sem mostrar o seu valor. Um desses exemplos é o Cartão Montemor Sénior e as atividades realizadas pelo seu intermédio”.

Sem revelar muitos pormenores, referiu: “Está em desenvolvimento um projeto na área do voluntariado”.
Ao referir que “o envelhecimento é uma conquista da humanidade”, Manuel Teixeira Veríssimo reforçou: “Se é uma conquista é também um desafio e, por isso, temos que nos adaptar”. 
O envelhecimento cria limitações que têm que ter respostas nas estruturas públicas, nas estruturas particulares, mas também numa resposta individual. Neste sentido, o orador advogou que “o envelhecimento ativo e saudável tem alguns aspetos importantes [a ter em conta]: alimentação, atividade física, treino psíquico e otimismo”.
A sessão teve ainda espaço para o testemunho de alunos e professores, bem como para reconhecer e destacar a ligação de algumas pessoas à Seniormor. Assim, Falcão Ribeiro, António Rui Santos e Delfim Torrão receberam a medalha comemorativa dos 500 anos da Misericórdia.

Antes do lanche de confraternização, a Tuna da Seniormor e o coro “Vozes de Montemor” encantaram todos os presentes com as suas atuações.
Atualmente, a Seniormor tem cerca de 66 alunos e 22 professores.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Direitos de autor

Todo o conteúdo deste site encontra-se protegido por direitos de autor. Não é autorizada a cópia permanente, no todo ou parte, e por qualquer forma, do conteúdo deste site, nem a colocação de links para este site em outros sites, sem o consentimento prévio escrito da Foz ao Minuto.

O utilizador não está autorizado a transmitir, distribuir, publicar, modificar, vender ou utilizar por qualquer forma a informação, incluindo imagens, contida neste site.

A prática de plágio é considerada crime, segundo a lei portuguesa.

A Foz ao Minuto encontra-se registada na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) com o número de registo 126961, e encontra-se apta para as suas funções.


Copyright © fozaominuto