Anuncio

Anuncio

30 de novembro de 2017

As buscas prosseguem e a Marinha antevê trabalho intenso para encontrar desaparecido em naufrágio


NAUFRÁGIO


As buscas pelo pescador desaparecido no naufrágio ocorrido ontem de madrugada prosseguem mas até ao momento ainda não há resultados, a Marinha Portuguesa acredita que nos próximos dias o trabalho seja muito intenso para encontrar o pescador que ainda se encontra desaparecido, assim como a embarcação de pesca na qual ocorreu o naufrágio.

Pedro Coelho Dias, porta-voz da Marinha afirmou que «as buscas estão a decorrer numa área entre a última posição conhecida da embarcação e o local onde foi emitido o alerta (transmitido pelo rádio baliza de emergência)».

Hoje, dia 30 de Novembro, o dispositivo de buscas foi reforçado, incluindo por esta altura, a corveta João Roby, três lanchas salva-vidas de Aveiro, Nazaré e Figueira da Foz, e ainda um avião C-295 da força Aérea portuguesa.

A estes meios juntou-se esta tarde, o navio Gago Coutinho, de investigação científica do Instituto Hidrográfico, que possui equipamentos como um sonar lateral para tentar encontrar a embarcação no fundo, a bordo do navio encontra-se uma equipa de especialistas em mergulho profundo e uma câmara de descompressão.

Recorde-se que o naufrágio ocorreu a 11 milhas da costa, e a embarcação tinha quatro pescadores a bordo, as autoridades já resgataram o corpo de três, faltando neste momento um, as vítimas eram de Ribamar (Concelho da Lourinhã) e Torres Vedras,  cujo o Porto de pesca mais próximo é o de Peniche.



Sem comentários:

Enviar um comentário

Direitos de autor

Todo o conteúdo deste site encontra-se protegido por direitos de autor. Não é autorizada a cópia permanente, no todo ou parte, e por qualquer forma, do conteúdo deste site, nem a colocação de links para este site em outros sites, sem o consentimento prévio escrito da Foz ao Minuto.

O utilizador não está autorizado a transmitir, distribuir, publicar, modificar, vender ou utilizar por qualquer forma a informação, incluindo imagens, contida neste site.

A prática de plágio é considerada crime, segundo a lei portuguesa.

A Foz ao Minuto encontra-se registada na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) com o número de registo 126961, e encontra-se apta para as suas funções.


Copyright © fozaominuto