Anuncio

Anuncio

26 de setembro de 2017

Regresso de Santana Lopes à Figueira da Foz



POLÍTICA


Com o salão maior da Quinta da Salmanha, completamente cheio (cerca de 500 presenças), foram oradores da noite, Maurício Marques Presidente da Distrital de Coimbra do PSD que agradeceu o apoio de Santana Lopes dado ao candidato da “sua terra amiga” e o Luís Semedo, Mandatário da Candidatura que salientou a força e a pujança dessa mesma candidatura alicerçada nas grandes listas candidatas à Juntas de Freguesias. 

De seguida interveio Carlos Tenreiro referindo «que o seu programa de governação não promete obras de milhões para depois não serem cumpridas, antes privilegia medidas concretas e objectivas ao nível da boa gestão e planificação da governação autárquica assente numa governação de proximidade com a comunidade (reabertura de postos médicos, autorizar a construção nas aldeias, reduzir o IMI e a água, rever a rede de transportes e o plano de limpeza e manutenção dos espaços públicos)». 

Falou ainda do «modelo de desenvolvimento sustentado do concelho assente no porto comercial, numa solução integrada entre turismo e industria, com recurso ao "by pass", atento à necessidade imperiosa das areias a norte serem transferidas para sul de forma a acudir ao grave problema de ordem ambiental relacionada com a erosão costeira e assim ver assegurado o permanente desassoreamento do canal de navegação, permitindo o aprofundamento do calado para embarcações de maior porte e dando mais segurança à frota pesqueira e assim potenciar o porto para outros patamares e permitir a “captação de investimento, criação de emprego e fixação dos nossos jovens no concelho».


Santana Lopes encerrou a sessão de discursos felicitando Carlos Tenreiro e toda a candidatura, afirmando que «acredita realmente no modelo de desenvolvimento apresentado para o concelho, o qual, deve ser posto em prática o mais depressa possível pois a Figueira e os figueirenses não podem perder mais tempo». 


Sem comentários:

Enviar um comentário

Direitos de autor

Todo o conteúdo deste site encontra-se protegido por direitos de autor. Não é autorizada a cópia permanente, no todo ou parte, e por qualquer forma, do conteúdo deste site, nem a colocação de links para este site em outros sites, sem o consentimento prévio escrito da Foz ao Minuto.

O utilizador não está autorizado a transmitir, distribuir, publicar, modificar, vender ou utilizar por qualquer forma a informação, incluindo imagens, contida neste site.

A prática de plágio é considerada crime, segundo a lei portuguesa.

A Foz ao Minuto encontra-se registada na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) com o número de registo 126961, e encontra-se apta para as suas funções.


Copyright © fozaominuto