Receba novidades da Foz ao Minuto no seu Email

10 de setembro de 2017

Montemor-o-Velho: Feira do Ano terminou sob o signo do sucesso



MONTEMOR-O-VELHO



A Feira do Ano – Festas Concelhias 2017 terminaram sob o signo do sucesso. Entre 2 e 10 de Setembro, a sede do concelho recebeu milhares de visitantes e Montemor-o-Velho reforçou a imagem de que é um concelho vibrante e cheio de oportunidades.

No último dia do certame, o presidente da Câmara Municipal, Emílio Torrão, não escondeu a sua satisfação e sublinhou: “As Festas Concelhias de 2017 foram um sucesso absoluto!”

Mostrando-se surpreendido «quanto ao número de participantes nos vários dias», o autarca montemorense, esclareceu: «Penso que não houve nenhum um dia inferior ao dia com menos visitantes da edição do ano passado. Assim, só posso estar satisfeito e realizado com a Feira do Ano».

«É evidente que a tradição continua, a que história mostra a Feira do Ano tem um futuro imenso para percorrer e nós só temos que trabalhar o modelo e resolver algumas pequenas questões para que todos possam ficar satisfeitos com o evento e fazer umas Festas Concelhias ainda mais grandiosas», concluiu.

A Corrida de Touros do Vale do Mondego e a cerimónia de entrega de três telas, com as imagens de Fernando Ramos, Afonso Duarte e Alves Barbosa, pintadas ao vivo no decorrer do festival do Arroz e da Lampreia à Câmara Municipal, no âmbito do Mostr’Arte 2017 da Casa do Povo da Abrunheira foram alguns dos momentos do dia.

A etnografia, o folclore, as filarmónicas, o fado, música popular, as Juntas de Freguesia, as associações concelhias ou os artesãos locais proporcionaram momentos inesquecíveis, tendo sido pretexto, na companhia de amigos e familiares, para marcar presença numa festa pensada para todos.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Direitos de autor

Todo o conteúdo deste site encontra-se protegido por direitos de autor. Não é autorizada a cópia permanente, no todo ou parte, e por qualquer forma, do conteúdo deste site, nem a colocação de links para este site em outros sites, sem o consentimento prévio escrito da Foz ao Minuto.

O utilizador não está autorizado a transmitir, distribuir, publicar, modificar, vender ou utilizar por qualquer forma a informação, incluindo imagens, contida neste site.

A prática de plágio é considerada crime, segundo a lei portuguesa.

A Foz ao Minuto encontra-se registada na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) com o número de registo 126961, e encontra-se apta para as suas funções.


Copyright © fozaominuto