Anuncio

Anuncio

9 de agosto de 2017

Diagnóstico Social de Pombal aprovado por unanimidade pelo conselho local de acção Social (CLAS)


POMBAL


O Conselho Local de Acção Social de Pombal, aprovou por unanimidade o Diagnóstico Social de Pombal 2017, elaborado pelo Núcleo Executivo com a consultoria externa de uma socióloga.
Este documento resulta de um processo de Planeamento Social Participado, com a participação dos diferentes parceiros e actores locais em grupos temáticos por problemática prioritária, cujo objectivo foi recolher os contributos das entidades e interventores sociais, partilhar experiências entre instituições e identificar os problemas e necessidades com intervenção prioritária a nível concelhio e ao nível das freguesias.
O Diagnóstico Social é um instrumento dinâmico e participativo que está estruturado em duas componentes principais: uma referente ao retrato da realidade concelhia sobre 12 áreas temáticas e a outra às 5 problemáticas Prioritárias de intervenção: Envelhecimento, Saúde, Infância e Juventude, Empregabilidade e Dinamização do Trabalho em Rede.
Na problemática Envelhecimento foram identificados como problemas prioritários: O Isolamento e solidão com falta de apoio familiar directo; Insuficiência de resposta de Estrutura Residencial para Idosos; Violência (Física, Psicológica e Económica); Insuficiência de acordos entre o Ministério da Saúde e a Segurança Social na Rede Nacional de Cuidados Integrados Continuados e Demências.
Ao nível da problemática Saúde, os problemas identificados como prioritários foram: Educação para a Saúde; Insuficiência de Recursos Humanos; Dificuldade de acesso ou deslocação aos serviços de saúde por parte de pessoas e/ou dependentes com insuficiência económica; Alcoolismo e Saúde Mental.
Na Infância e Juventude, os problemas prioritários identificados foram: Disfuncionalidade familiar; Alienação parental; Falta de supervisão parental; Saúde mental; Comportamentos desadequados e desajustados; Violência no contexto escolar/bullying; Comportamentos aditivos/consumos e Falta de Acompanhamento dos alunos na escola e na família.
No que respeita à problemática Empregabilidade, os problemas prioritários identificados foram: Baixa escolaridade e qualificações profissionais desadequadas ao tecido empresarial; Falta de formação especializada em áreas específicas e Falta de um Ecossistema empreendedor consolidado.
Na problemática Dinamização do Trabalho em Rede, os problemas identificados como prioritários foram: Insuficiência de articulação/concertação entre os parceiros/serviços; Falta de trabalho efectivo de parceria, dificuldade de articulação entre as diversas instituições de resposta à comunidade e Falta de um sistema de Informação/comunicação actualizado.
O Diagnóstico Social de Pombal, é um documento que permite compreender a realidade social e identifica prioridades de intervenção local a desenvolver no Plano de Desenvolvimento Social.
O Plano de Desenvolvimento Social (PDS) é entendido como um processo de planeamento estratégico que pretende racionalizar e dar coerência às intervenções sociais, dando-lhes eficiência e eficácia.
Trata-se de um instrumento de planeamento integrado e negociado que resulta do Diagnóstico Social, definido conjuntamente e que revela grandes domínios de actuação social para os próximos quatro anos, servindo de enquadramento às intervenções com vista à promoção do desenvolvimento social do Concelho de Pombal.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Direitos de autor

Todo o conteúdo deste site encontra-se protegido por direitos de autor. Não é autorizada a cópia permanente, no todo ou parte, e por qualquer forma, do conteúdo deste site, nem a colocação de links para este site em outros sites, sem o consentimento prévio escrito da Foz ao Minuto.

O utilizador não está autorizado a transmitir, distribuir, publicar, modificar, vender ou utilizar por qualquer forma a informação, incluindo imagens, contida neste site.

A prática de plágio é considerada crime, segundo a lei portuguesa.

A Foz ao Minuto encontra-se registada na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) com o número de registo 126961, e encontra-se apta para as suas funções.


Copyright © fozaominuto