Receba novidades da Foz ao Minuto no seu Email

22 de agosto de 2017

Conhece a história da Freguesia de Vila Verde?




História

Actualmente Vila Verde, conta com cerca de 3 mil habitantes, e 17, 29 17,29 km² de área, e é constituída pelas localidades de Lares, Feteira, Casal da Marinha, Ervidinho, Fontela e Casal do Andrade, porém as suas origens são bastante antigas.



«Antigamente, Vila Verde era conhecida como S. Veríssimo e Fontela como Fontanela. A primeira referência implícita ao território de Vila Verde, foi feita a 16 de Fevereiro de 1096, quando D. Abade Pedro elaborou um documento no qual doava à Sé Episcopal de Coimbra os terrenos da Fontela e S. Veríssimo, pertencentes à igreja de S. Julião. 

O couto de Vila Verde passou, ao longo do tempo, por várias entidades, mas entretanto em 1412, recebeu foral do cabido da Sé de Coimbra. A partir de 1782 Vila Verde ficou sujeita à jurisdição da Figueira da Foz, pois anteriormente fazia parte do limite de Montemor-o-Velho.

Em 1790, depois de Vila Verde se separar das freguesias de S. Julião e Alhadas, D. Francisco de Lemos Pereira Coutinho, bispo de Coimbra, eleva-a a Junta da Paróquia sobre a protecção de Santo Aleixo, santo padroeiro desta mesma Freguesia. Passou a fazer parte do Município da Figueira da Foz administrativamente a partir de 1821, por requerimento dos Vilaverdenses, os quais tiveram o apoio de um ilustre senhor, Manuel Fernandes Tomás.

A junta da paróquia foi extinta no ano de 1913. A partir daí até 1919, Vila Verde ficou a ser dirigida por comissões administrativas, mas em 1919 originou-se a primeira Junta de Freguesia, nesta localidade».

Sem comentários:

Enviar um comentário

Direitos de autor

Todo o conteúdo deste site encontra-se protegido por direitos de autor. Não é autorizada a cópia permanente, no todo ou parte, e por qualquer forma, do conteúdo deste site, nem a colocação de links para este site em outros sites, sem o consentimento prévio escrito da Foz ao Minuto.

O utilizador não está autorizado a transmitir, distribuir, publicar, modificar, vender ou utilizar por qualquer forma a informação, incluindo imagens, contida neste site.

A prática de plágio é considerada crime, segundo a lei portuguesa.

A Foz ao Minuto encontra-se registada na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) com o número de registo 126961, e encontra-se apta para as suas funções.


Copyright © fozaominuto