14 de agosto de 2017

Bloco de Esquerda apresentou candidatos aos órgãos autárquicos na Figueira da Foz



POLÍTICA

A concelhia do Bloco de Esquerda da Figueira da Foz organizou uma sessão pública de apresentação das candidaturas às eleições autárquicas: Câmara, Assembleia Municipal e 5 freguesias. O Bloco concorreu a 0 freguesias em 2005, 1 em 2009 e 3 freguesias em 2013. Os cabeças de lista às juntas: Pedro Oliveira (Buarcos e São Julião), Ana Paula Russo (Marinha das Ondas), Pedro Jorge (Tavarede), Carla Marques (Vila Verde) e José Dias (São Pedro).
A sessão decorreu na esplanada do Café Nau, onde estavam presentes mais de 40 pessoas e contou com a presença do deputado José Manuel Pureza, tendo os cabeças de lista à Câmara e Assembleia, Rui Curado e Christopher Oliveira apresentado os restantes candidatos e resumo do programa, em particular os seguintes três pontos:
- Desenvolvimento do concelho através da aposta na atracção de empresas em sectores estratégicos: energias renováveis, biotecnologia (algas e recursos marinhos), empresas que desenvolvam investigação e que promovam o emprego qualificado e justamente remunerado. Combater a sazonalidade do turismo, promovendo e atraindo actividades de turismo, lazer e desporto associados ligados ao vento, às ondas e ao mar. Apostar numa sólida ligação entre as zonas urbanas e rurais promovendo acordos entre o comércio e os produtores locais e a produção de produtos biológicos.
- Emprego: A Figueira é o concelho mais industrializado do distrito de Coimbra no entanto verifica-se um recurso exagerado à subcontratação, a esquemas de redução de direitos através da contratação por empresas do mesmo grupo. O trabalho por turnos e nocturno está bastante difundido na Figueira nos sectores industriais, no sector hospitalar e turismo. O Bloco tem-se batido pela justiça da remuneração e compensação destes trabalhadores expostos a um desgaste muito mais acentuado. O Bloco bater-se-á para combater a precariedade recorrente da sazonalidade no sector das pescas e pela dignidade da profissão de quem trabalha no mar.
- Ambiente: As alterações climáticas e a diminuição do volume de areia nas praias da nossa costa representam importantes desafios ambientais para o litoral do nosso concelho. É urgente encontrar soluções para reverter a erosão costeira e mitigar os efeitos nas populações. É urgente parar a impermeabilização e destruição dos corredores verdes da cidade, e implementar uma nova filosofia de ordenamento dessas faixas que permita a sua reabilitação.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Copyright © fozaominuto