12 de julho de 2017

Agrupamento de Escolas Figueira Mar presente no V Congresso Internacional- Educação, Inclusão e Inovação



EDUCAÇÃO

O Agrupamento de Escolas Figueira Mar, representado pela Coordenadora dos professores de Educação Especial, Paula Anacleto, esteve presente no V Congresso Internacional 2017-Educação, Inclusão e Inovação”, organizado pela Pin-ANDEE: Pró-Inclusão – Associação Nacional de Docentes de Educação Especial, que se realizou na Escola Superior de Comunicação Social de Lisboa (ESCS) / Escola Superior de Educação (ESE), em Lisboa, nos dias 6, 7 e 8 de Julho 2017.

A Cerimónia de Abertura esteve a cargo de David Rodrigues, Presidente da Pró-Inclusão/ANDEE, Cristina Loureiro, Presidente da ESEL, Alexandre Quintanilha, Presidente da Comissão de Educação e Ciência e do Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues.

Com um programa aliciante, desde conferencistas renomados, mesas redondas pertinentes, grupos focais de discussão de assuntos palpitantes, mais de 150 comunicações científicas e posters. Para além de todo o programa científico, tivemos a prestigiosa presença de decisores políticos, antes de mais o Presidente da República com uma saudação ao Congresso, o Ministro da Educação na Cerimónia de Abertura, defendeu que a Escola Pública é um lugar de inclusão, apontando que não há educação de sucesso sem equidade, para dizer que o lugar dos alunos com necessidades especiais é na "escola de todos". 

Apontou que, da mesma maneira que não se toleram cidadãos de primeira e de segunda, também na educação e nas escolas é preciso ter "uma resposta que só pode ser inclusiva". O governante aproveitou para referir a proposta de alteração à legislação sobre educação inclusiva a educação especial, colocada à discussão pública desde 10 de Julho até 31 de agosto, disponível no portal do Governo. A Secretária de Estado para a Inclusão das Pessoas com Deficiência, Ana Sofia Antunes, esteve na Cerimónia de Encerramento e as deputadas que integram o Grupo de Trabalho sobre Educação Especial, da Assembleia da República, participaram numa “Mesa Redonda”.

Entre os conferencistas salientaram-se:

Juiz Conselheiro Álvaro Laborinho Lúcio, com uma intensa actividade cívica, é sócio fundador da Associação Portuguesa de Apoio à Vítima e da Associação Portuguesa de Direito Europeu, CRESCER-SER. Tem diversos artigos publicados e inúmeras palestras proferidas sobre temas ligados, entre outros, à justiça, ao direito, à educação, aos direitos humanos e à cidadania em geral. Conferência: “Um Projecto, Um Compromisso”.

Dr. Eileen Raymond, presidente da Division for International Special Education and Services do Council for Exceptional Children, investigadora associada na Nelson Mandela Metropolitan University (NMMU). Investigadora em práticas educacionais inclusivas, filosofia, interessada em aplicações de Desenho Universal para Aprendizagem em países em desenvolvimento. Conferência: “meaningful Acess to Education for All

Dr. Rodrigo Hubner Mendes, licenciado em Administração de empresas e Mestre em Gestão da Diversidade Humana. Professor convidado na Fundação Getúlio Vargas. Iniciou a sua carreira em 1988 como consultor de negócios da Accenture. É fundador do Instituto Rodrigo Mendes (1994), organização sem fins lucrativos, de cuja gestão é responsável desde 2004. O Instituto desenvolve programas educativos, que visam contribuir com a transformação do sistema de ensino público brasileiro em um modelo inclusivo, capaz de acolher a diversidade humana em sua plenitude. Conferência: “O Pleonasmo da Educação Inclusiva”.

Professora Fernanda Rodrigues, consultora nacional e internacional, docente e investigadora, desenvolve a coordenadora do Plano Nacional de Acção para a Inclusão (PNAI) entre 2006 e 2010. Conferência: “Inclusão no Plural: De Quantas Cores se Faz”.

Dr. Paulo Santiago, Chefe da Divisão de Assessoria e Implementação de Politicas (PAI) e analista principal da Direcção de Educação e Competências da OCDE, onde trabalha desde 2000. Tem vindo a assumir um papel de liderança na prestação de conselhos baseados em evidências sobre a política de educação, aos membros da OCDE e aos países parceiros, tanto colectiva como individualmente, em todos os sectores da educação. Conferência: “Equidade e Inclusão em Sistemas Educativos: a Perspetiva da OCDE”.

Além das várias conferências, fizeram parte quatro Mesas Redondas com os temas: INCLUSÃO e EDUCAÇÃO; INCLUSÃO E DIREITOS HUMANOS; INCLUSÃO E INOVAÇÃO SOCIAL.

Os Grupos Focais tiveram como temas: “Intervenção Precoce na Infância. Funciona?”; “Ferramentas Digitais; apoios nas actividades de aprendizagem. Como?”; “Metodologias Inclusivas; Lideranças escolares e Práticas Inclusivas. É possível?”; Perfil do aluno com Necessidades Educativas Específicas”; “Professor de Educação Especial: novos desafios”; “Formação de Professores para a Inclusão”; “Caminhos para a vida (in)dependente: Família, Escola e Comunidade”; “Desenho Universal na Aprendizagem – O acesso para todos vs a “deficiência” do currículo” e por último salientando o tema: “Políticas educativas – o que há de novo?, proferido pela Dr.ª Filomena Pereira, que fez uma abordagem esclarecedora ao novo diploma que estará em discussão até ao final de Agosto, será legislado em Setembro e que entrará em vigor apenas a partir de 2018, uma vez que no próximo ano lectivo irá decorrer formação em pirâmide estando já 86 Centros de Formação disponíveis para a efectuar, além de estar já em fase final o Manual de Apoio à Prática, que irá ser fornecido durante essas formações.

Foram entregues Medalhas de Mérito a individualidades que se destacaram a nível da Inclusão, tais como; Inês Sim-Sim, Adalberto Fernandes, Álvaro Laborinho, Armando Nembri, Escola da Ponte e, destacando duas individualidades portadoras de deficiência: Ana Sofia Antunes, Licenciada em Direito, pela Universidade de Direito de Lisboa. Entre 2013 e 2015, foi Presidente da Direcção Nacional da Associação dos Cegos e Ambiopes de Portugal. Actualmente é Secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência e Jorge Falcato, Arquitecto pela Escola Superior de Belas Artes de Lisboa. Integrou o secretariado técnico do Conselho Municipal para a Inclusão das Pessoas com Deficiência, a Comissão Cidade-Aberta, o Conselho Consultivo do Observatório Europeu “Cidades e Vilas para Todos”, o Grupo de Missão Envelhecimento e Intervenção Municipal, responsável pelo Plano de Gerontológico da CML e a Equipa do Plano de Acessibilidades, que elaborou o Plano de Acessibilidade Pedonal de Lisboa. Foi responsável pela concepção e implementação do projecto-piloto de Vida Independente da Câmara Municipal de Lisboa. Membro da Direção da Associação Portuguesa de eficientes e da Associação Portuguesa para o Design e Reabilitação. Foi consultor na área da Acessibilidade e Design Inclusivo no projeto “Deficiência e Desenvolvimento Inclusivo no Brasil”, promovido pelo Banco Mundial. Activista pelos direitos das pessoas com deficiência foi co-fundador do movimento (d) Eficientes Indignados. Em 2002 foi-lhe atribuído o prémio Ran Mace Designing for the 21st Century pela Adaptive Environments (Institute for Human Centered Design - EUA), polos 20 anos de actividade na disseminação do conceito de Design Universal/Inclusivo. Deputado independente no Grupo parlamentar do Bloco de Esquerda.

A coordenadora do Agrupamento de Escolas Figueira Mar, Paula Anacleto, moderou uma sessão de apresentação de trabalhos, no âmbito do referido congresso, tendo como temas: “Cartografia de uma experiência na mediação Escolar”, proferida por Maria Goretti Andrade Rodrigues, do Brasil; “Análise das necessidades das crianças com necessidades de apoio complexas e intensas nos parceiros europeus do projecto Enablin+”, por Adelina Candeias, Nuno Costa, António Portelada, Maria João Carapeto e Cátia Coelho, de Portugal; “Desenho Universal para aprendizagem como ferramenta pedagógica para o desenvolvimento de práticas inclusivas”, por Ana Paula Zerbato e Enicélia Gonçalves Mendes, do Brasil; “Repensando a inclusão no contexto escolar: desafios e possibilidades para a prática pedagógica”, por Denise Ivana de Paula Albuquerque e Camila Rodrigues Costa, do Brasil.




1 comentário:

Copyright © fozaominuto