Anuncio

Anuncio

4 de junho de 2017

Nacional de Juniores: Naval goleia 5-1 e alcança manutenção


Fotografia de Ana Costa

Rogério Neves



NAVAL-ESTORIL 5-1

Objectivo navalista da manutenção foi conseguido, os “canarinhos” ainda se devem estar a questionar de onde surgiu aquela avalanche de futebol ofensivo que no espaço de dois minutos revolucionou e mudou o rumo da partida.

A desvantagem de um golo no final da etapa inicial proporcionava todo um manancial de conjecturas, para mais sabia-se que no outro campo onde se jogava a manutenção [Oeiras] as notícias vindas pelas ondas hertzianas faziam gelar os figueirenses.

O intervalo costuma dizer-se que é bom conselheiro, o que Marinho Serpa disse aos seus jogadores só eles o saberão, escreva-se no entanto que a Naval entrou de forma fulgurante na etapa complementar e antes de estar passada a dezena de minutos inicial, bastaram dois para mudar o rumo dos acontecimentos e a partir daí todos sentiram que o conjunto figueirense dificilmente perderia o comboio da manutenção.

Comboio esse que deixou a ideia a quem assistiu à partida no sintético figueirense mais pareceu um “TGV” e na sua condução um maquinista de nome Yakam que foi a figura central da partida com dois golos e uma assistência que deixou a malta da Praia da Claridade quase em delírio.

Foi a turma figueirense que melhor entrou na partida, não houve tempo para estudos ou encaixes a formação da casa tomou de imediato conta do jogo e logo ao quarto minuto Esgaio esteve à beira do golo. O Estoril de tempos a tempos aproximava-se da baliza de João Tiago e mesmo nos momentos de maior aperto a defensiva figueirense foi dando para as encomendas.

Com o decorrer do tempo a turma canarinha foi equilibrando a partida e no último quarto da etapa inicial a fez passar a Naval por alguns sustos colocando-se mesmo em situação de vantagem.

Na segunda parte tudo mudou

Apenas tinham passado seis minutos após o recomeço quando Ary fez surgir a primeira explosão de alegria ao empatar a partida e ainda ecoavam os ecos do golo, quando Yakam em golpe de cabeça coloca a Naval em vantagem apenas dois minutos volvidos.

A partir daí foi uma avalanche de futebol ofensivo que sufocou os rapazes da linha. Yakam estava imparável e na passagem do minuto 63, após evitar dois adversários e sem cerimónia foi derrubado. Nuno André chamado à cobrança não perdoou e coloca a Naval em vantagem de dois golos. O jogo estava louco e mais louco ficou quando a figura centra da partida minutos depois aparece na área de rigor e começa a desenhar a goleada rematando para o 4-1.

Começou então a sentir-se que a manutenção dificilmente fugiria aos figueirenses, do outro lado surge a notícia do empate em Oeiras. Na entrada dos dez minutos finais, Nuno André após jogada individual é rasteirado na área originando uma grande penalidade da qual resulta o 5.º e último golo, com o qual se fechou o resultado final.

----------------------------------------------------------------------------------------------

Ficha Técnica

Campo de Treinos do Estádio Municipal José Bento Pessoa
Espectadores: 200
Árbitro: João Casegas (AFViseu)
Auxiliares: Bruno Nascimento e David Cardoso

Naval, 5
João Tiago (90+1)
Murliki
Silva
Leo
Gonçalo
Gil
Ary
Nuno André “C”
Saramago (73)
Esgaio (86)
Yakam

Treinador
Marinho Serpa

Suplentes
Rui Simões (90+1)
Falcão
Hugo
Simão
Xavier Monteiro
Xavier Gil (86)
Felícia (73)

Estoril, 1
Gonçalo
Nel
Brito
Rodrigo
Duarte “C”
Fábio
André
João Silva (58)
Bernas
Loureiro
Henrique

Treinador
David Vilhena

Suplentes
Tiago
Medeiros
Daniel (58)
César
Edi
Tiago
Cardoso

- Intervalo: 0-1
- Golos: Rodrigo (40´), Ari (51), Yakan (53´, 71´), Nuno André (63´gp,80´gp)
- Disciplina: Amarelos a Henrique (57´e 79´), Loureiro (62´, 79´)

Cartão vermelho a Henrique (79. AC)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Direitos de autor

Todo o conteúdo deste site encontra-se protegido por direitos de autor. Não é autorizada a cópia permanente, no todo ou parte, e por qualquer forma, do conteúdo deste site, nem a colocação de links para este site em outros sites, sem o consentimento prévio escrito da Foz ao Minuto.

O utilizador não está autorizado a transmitir, distribuir, publicar, modificar, vender ou utilizar por qualquer forma a informação, incluindo imagens, contida neste site.

A prática de plágio é considerada crime, segundo a lei portuguesa.

A Foz ao Minuto encontra-se registada na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) com o número de registo 126961, e encontra-se apta para as suas funções.


Copyright © fozaominuto