Anuncio

Anuncio

29 de junho de 2017

Luxemburgo é o membro da OCDE com maior percentagem de estrangeiros e a maioria são portugueses


EMIGRANTES

O número de estrangeiros a residir no Luzemburgo não para de aumentar, situando-se agora nos 48 %, fazendo do país membro da OCDE o país com a maior percentagem de imigrantes, cuja maior comunidade de emigrantes é de origem portuguesa, segundo aponta um estudo do gabinete de estatística, Statec.

Recorde-se que o Luxemburgo tem uma enorme comunidade de imigrantes oriundos da Figueira da Foz,

O dinamismo da economia luxemburguesa continua a exercer uma forte atração para estrangeiros que querem mudar de país.
De salientar que dos 48% dos estrangeiros residentes, 80% nasceram já no país. Nos dois últimos recenseamentos, a população estrangeira aumentou 35%, passando de 162000, em 2001, para 220500, em 2011. 
Comunidade portuguesa
«A comunidade portuguesa continua a ser a mais representativa (34.6% em 2016), mas são os franceses que mais se têm fixado no país nos últimos anos (15.4%).
As comunas com mais portugueses são as de Differdange, Esch-sur-Alzette, Echternach, Vianden, Bettendorf, Vallé d'Ernz e Larochette.
O Luxemburgo acolhe 170 nacionalidades diferentes».

Sem comentários:

Enviar um comentário

Direitos de autor

Todo o conteúdo deste site encontra-se protegido por direitos de autor. Não é autorizada a cópia permanente, no todo ou parte, e por qualquer forma, do conteúdo deste site, nem a colocação de links para este site em outros sites, sem o consentimento prévio escrito da Foz ao Minuto.

O utilizador não está autorizado a transmitir, distribuir, publicar, modificar, vender ou utilizar por qualquer forma a informação, incluindo imagens, contida neste site.

A prática de plágio é considerada crime, segundo a lei portuguesa.

A Foz ao Minuto encontra-se registada na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) com o número de registo 126961, e encontra-se apta para as suas funções.


Copyright © fozaominuto