14 de maio de 2017

Carapinheirense vence Naval por 6-1



DESPORTO

O Campo de São Pedro contou com cerca de 300 espectadores assistir à partida entre Carapinheirense e Naval 1.º de Maio, numa partida a contar para 14.ª e última jornada da Série F (Fase de Manutenção).

Neste encontro nenhum resultado ia alterar nada no que diz respeito à classificação dos figueirenses, mas era de fulcral importância para os homens da casa, que estavam obrigados a vencer e esperar por um deslize do Oleiros de forma a evitar o lugar de play-off (mas o Oleiros acabaria por vencer).



Bertrand esteve numa tarde inspirada e apontou 4 golos

A partida começou com baixa intensidade de ambas as equipas, com as formações tacticamente bem arrumadas, porém à passagem dos 15 minutos os homens da casa começaram acelerar o ritmo, e depois de uma soberana oportunidade desperdiçada por Cleiton, Bertrand surge isolado e não desperdiçou abrindo assim o marcador à passagem dos 16 minutos.

À passagem do minuto 23, o francês Bertrand entra na área e remata colocado sem hipótese de defesa para Tiago Colaço aumentando assim para 2-0, até ao intervalo os homens da Carapinheira ainda enviaram duas bolas ao ferro, antes de chegar o intervalo da partida.

Na segunda parte a Naval entrou mais atrevida e com bastante iniciativa dispondo de algumas ocasiões de golo, acabando com alguma naturalidade por reduzir para 2-1 aos 67 minutos, com um golo de João Silva após uma jogada de laboratório onde a equipa da Naval conseguiu na sequência de um livre criar uma jogada de golo onde a bola passa por vários jogadores da Naval antes da finalização certeira de João Silva.

Com o golo da Naval esperava-se que a equipa da casa acusa-se o golo, mas pelo contrário, apenas 4 minutos volvidos, e Seixas (que fora lançado em campo na segunda parte) faz o 3.º golo da sua equipa, quatro minutos depois à passagem do minuto 75, o "endiabrado" Betrand faz mais um golo, sentenciando de vez a partida e chegando ao hacktrick.

Com o jogo resolvido os homens da casa carregaram em cima da formação figueirense, e Bertrand chegou ao poker aos 78 minutos. Coube a Cleiton à passagem dos 81 minutos fechar o resultado final em 6-1.

O Carapinheirense que entrou em campo com os ouvidos em Oleiros acabaria a partida a receber más notícias, uma vez que a formação do distrito de Castelo Branco acabaria por vencer a sua partida diante do Vilafranquense por 2-1, e com esse resultado garantiu a manutenção, empurrando os homens da Carapinheira para um play-off onde irá medir forças com o Mirandela.




Ficha de Jogo:

Campo de São Pedro
Cerca de 300 espectadores

Árbitro: Marco Cruz (AF Porto)
Assistentes: Sérgio Ribeiro e Luís Moreira

Carapinheirense
Paulo André
Guilherme
João Neves
Lima
Pedro Luís
Landry (64'´)
Seidy
Hugo Oliveira (61´)
Cleiton
Bakaramouko (76´)
Bertrand
Treinador: António Cortesão
Suplentes:
Carlos Bastos
J.P.
Seixas (61´)
Luís Alves (64´)
Zang (76´)
Canoso
Bento

Naval 1.º de Maio
Tiago Colaço
Marliki (31´)
Bernanrdo
Matteo
Bernado Rodrigues
Anderson
Hugo
Gabriel
João Silva
Xavier Monteiro
Xavier Gil
Treinador: Mário Serpa
Suplentes:
Igor
Ivan
Gil (31´) (70)
Ary (70´)

Resultado ao Intervalo: 2-0
Disciplina: Nada a Registar
Golos: Bertrand (16´, 23´,75´e 78´), Seixas (71´) e Cleiton (81´).











Sem comentários:

Enviar um comentário

Copyright © fozaominuto