Anuncio

Anuncio

2 de maio de 2017

Autoridades preocupadas com sucessivos focos de incêndio

Foto de Arquivo da Fozaominuto.com
INCÊNDIO

«Em seis dias, a Figueira da Foz registou oito focos de incêndio em zona florestal. As autoridades estão preocupadas e desconfiam de fogo posto»: avançou Agência Lusa esta manhã.

Em declarações à Lusa, Nuno Osório, comandante municipal da Protecção Civil da Figueira da Foz confirmou estes focos de incêndio: «A encosta sudoeste da serra da Boa Viagem, na Figueira da Foz, registou, em seis dias, oito focos de incêndio em zona florestal, situação que está a preocupar as autoridades que desconfiam de fogo posto».

Existiram oito «ignições em dias seguidos desde o 25 de Abril numa área com cerca de 100 metros "em linha recta" entre o chamado Farol Velho do Cabo Mondego (no limite da povoação dos Vais, junto à estrada que sobe da avenida marginal de Buarcos para a serra da Boa Viagem) e a encosta sudoeste, virada ao mar, daquela zona florestal.

A mesma fonte indicou à Agência Lusa, que as ignições ocorreram “sempre durante o dia, até às 20:00”, e que foram prontamente combatidas pelas corporações de Municipais e Voluntários da Figueira da Foz, com o apoio de meios do Gabinete Técnico Florestal da autarquia, que evitaram que as chamas alastrassem à serra da Boa Viagem, elevação cujo ponto mais alto se situa a 262 metros de altitude, situada a cerca de três quilómetros a norte da cidade.
«A situação levou ao reforço da vigilância na zona, embora o comandante operacional municipal recuse divulgar, em concreto, as medidas no terreno, adiantando apenas que o caso foi comunicado à PSP e Polícia Judiciária». 

A Foz ao Minuto contactou um morador da Serra da Boa Viagem que nos alertou para "o perigo de voltar haver um incêndio, relembrando que na década de 90 aquela zona da Figueira sofreu com um incêndio de grandes proporções".


Fonte: Lusa.pt

Sem comentários:

Enviar um comentário

Direitos de autor

Todo o conteúdo deste site encontra-se protegido por direitos de autor. Não é autorizada a cópia permanente, no todo ou parte, e por qualquer forma, do conteúdo deste site, nem a colocação de links para este site em outros sites, sem o consentimento prévio escrito da Foz ao Minuto.

O utilizador não está autorizado a transmitir, distribuir, publicar, modificar, vender ou utilizar por qualquer forma a informação, incluindo imagens, contida neste site.

A prática de plágio é considerada crime, segundo a lei portuguesa.

A Foz ao Minuto encontra-se registada na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) com o número de registo 126961, e encontra-se apta para as suas funções.


Copyright © fozaominuto