30 de abril de 2017

Hoje é dia do trabalhador, sabe porquê?

Fotografia histórica de arquivo: Marques da Costa


DIA DO TRABALHADOR

«1 de maio é o Dia do Trabalhador, esta data tem origem numa manifestação de 500 mil trabalhadores nas ruas de Chicago, e numa greve geral em todos os Estados Unidos, que ocorreu no ano de 1886. 

Três anos depois, em 1891, o Congresso Operário Internacional convocou, em França, uma manifestação anual, em homenagem às lutas sindicais de Chicago. A primeira acabou com 10 mortos, em consequência da intervenção policial. Foram os factos históricos que transformaram o 1 de maio no Dia do Trabalhador. Até 1886, os trabalhadores jamais pensaram exigir os seus direitos, apenas trabalhavam. 

No dia 23 de Abril de 1919, o Senado francês ratificou as 8 horas de trabalho e proclamou o dia 1.º de maio como feriado, e uns anos depois a Rússia fez o mesmo».

No calendário litúrgico celebra-se a memória de São José Operário por tratar-se do santo padroeiro dos trabalhadores.
Em Portugal, o 1.º de Maio começou a ser assinalado em 1890, naquele que foi também o primeiro ano da sua realização internacional, porém as acções do Dia do Trabalhador limitavam-se a numa primeira fase serem alguns piqueniques de confraternização, com discursos pelo meio e algumas «romagens» aos cemitérios em homenagem aos operários e activistas caídos na luta pelos seus direitos laborais.
«Durante a I República o sindicalismo português passou por uma transformação e além de se consolidar também cresceu, tornando-se o 1.º de Maio um evento com acção de massas, no ano de 1919 após algumas lutas do sindicalismo e dos trabalhadores portugueses foi conquistada e consagrada na lei, a jornada de oito horas para os trabalhadores do comércio e da industria».
Outro dos episódios marcantes do 1.º de Maio na história portuguesa foi no ano de 1962, onde o operariado português, se revoltou nos campos do Alentejo, com mais de 200 mil operários agrícolas, que trabalhavam "de sol a sol", a participarem nas greves realizadas nesse mesmo dia, mas o 1.º de Maio com mais destaque na história de Portugal foi o de 1974, que se realizava apenas oito dias depois do 25 de Abril.
Foi também no dia 1 de Maio que Pedro Álvares Cabral tomou posse da Ilha de Vera Cruz (actualmente o Brasil) e que nasceu Sidónio Pais (antigo presidente da República de Portugal).
Fonte: Euronews

Sem comentários:

Enviar um comentário

Copyright © fozaominuto